Moção de Apoio ao OcupaUFRJ

ocupa_ufrj

Nós, professores(as) do CEFET/RJ, reunidos na 153a Assembleia Geral Extraordinária da ADCEFET-RJ – Seção Sindical do ANDES – Sindicato Nacional, ocorrida em 19 de maio de 2015, apoiamos incondicionalmente a luta dos estudantes da UFRJ, reunidos no movimento OcupaUFRJ, em defesa dos direitos dos(as) trabalhadores(as) terceirizados(as) da universidade e pela garantia de investimentos para a assistência estudantil.

Na quinta-feira, 14/05, os estudantes da UFRJ iniciaram uma ocupação na reitoria. Tal decisão foi tomada pelos estudantes após o encerramento de sessão do conselho universitário (CONSUNI), que teria como pontos de pauta: (a) os atrasos no pagamento de salários e direitos trabalhistas por parte da empresa terceirizada Qualitecnica, assim como o processo de terceirização como um todo na universidade e (b) os problemas na política de assistência estudantil, que se encontra ainda mais precarizada por conta dos cortes de verbas do orçamento na UFRJ, realizados pelo MEC neste ano. Durante a sessão, o reitor Carlos Levi fez a escolha política de não discutir nenhum dos dois pontos de pauta, ao alegar falta de quórum, sem se importar com os(as) trabalhadores(as) terceirizados(as) que estão sem receber seus salários e benefícios, nem com os estudantes que sofrem com a política precarizada de assistência estudantil. Após a atitude do reitor, os estudantes realizaram uma assembleia onde decidiram de forma unânime iniciar a ocupação na reitoria. Os estudantes têm como principais reivindicações: senso dos moradores da residência estudantil, para que todos eles possam passar para o bloco feminino, que está em reforma; conclusão imediata das obras do bloco feminino da residência estudantil; revisão do edital de bolsa auxílio, com ampliação do número de bolsas e adiantamento de pagamento para o mês de julho; regulamentação do uso do nome social; sistematização dos dados de evasão dos alunos cotistas; pagamento imediato e integral dos salários e benefícios dos(as) trabalhadores(as) terceirizados(as).

Em um cenário de crise conjuntural, no qual avançam os ataques contra os trabalhadores e contra a educação pública, que se materializam através do corte de verbas, do avanço da terceirização, das políticas de não reajuste salarial e da destruição das carreiras e instituições públicas, os estudantes do OcupaUFRJ são um exemplo de resistência e tática de luta.

Todo apoio e solidariedade aos(às) estudantes e aos(às) trabalhadores(as) terceirizados(as)!

Assembleia Geral da ADCEFET-RJ – Seção Sindical do ANDES-SN

Rio de Janeiro, 19 de maio de 2015

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s