Professores do CEFET/RJ decidirão em assembleia sobre paralisação no dia 15/04

Folder-151AGE

Circular n. 09/2015/ADCEFET-RJ

Rio de Janeiro, 10 de abril de 2015

Aos(Às) professores(as) do CEFET/RJ.

Assunto: Edital de Convocação da 151a AGE da ADCEFET-RJ

O presidente da ADCEFET-RJ Seção Sindical, no uso das suas atribuições regimentais e estatutárias, convoca todos(as) os(as) sindicalizados(as), e demais docentes do CEFET/RJ, para comparecerem à 151a Assembleia Geral Extraordinária da ADCEFET-RJ, que ocorrerá em 13 de abril de 2015 (2a feira), no Auditório I da Unidade Maracanã do CEFET/RJ, às 14h, em primeira convocação, e a partir das 14h30min, em segunda convocação, com qualquer número de presentes, para deliberarem sobre a seguinte proposta de pauta:

1 Informes;

2 Ajuste fiscal, PL 4330 (Terceirização), MPs 664 e 665 e suas repercussões para os trabalhadores;

3 Paralisação com atividades de mobilização em 15/04 (4a feira) – Dia Nacional de Paralisação contra o PL 4330 e as MPs 664 e 665;

4 Escolha de delegado da ADCEFET-RJ para a reunião do Setor das IFE do ANDES-SN em 25 e 26/04;

5 Assuntos gerais.

“Os trabalhadores brasileiros estão organizando sua resistência aos projetos de terceirização e de retirada dos direitos trabalhistas. No dia 15 de abril será realizado o Dia Nacional de Paralisações contra o Projeto de Lei (PL) 4330, que possibilita a terceirização de atividades-fim, e contra as Medidas Provisórias (MP) 664 e 665, que retiram direitos do seguro-desemprego e da pensão por morte.

O Dia Nacional de atos, manifestações e Paralisações foi convocado na última quinta (9) na reunião ampliada do Fórum das entidades dos SPF, finalizando a Jornada Nacional de lutas ocorrida em Brasília. No mesmo dia, cinco centrais sindicais, entre elas a CSP-Conlutas decidiram realizar, também no dia 15 de abril, um dia de paralisação contra os três projetos que retiram direitos dos trabalhadores. As MPs 664 e 665 ainda não foram apreciadas pelo Congresso. Já o PL 4330 foi aprovado na Câmara na última quarta-feira (8), mas ainda é necessária a aprovação no Senado e, posteriormente, da presidente Dilma Rousseff.

O ANDES-SN, por meio da circular 81/2015, orienta suas seções sindicais a realizarem esforços para se incorporarem neste dia de paralisação, a partir dos seus fóruns de decisão. A gravidade da conjuntura, com essas propostas que significam uma verdadeira reforma trabalhista, que passa por cima da Constituição e retira ainda mais direitos dos trabalhadores, é apontada na circular como fundamental para a consolidação da unidade entre os trabalhadores na luta cotidiana1”.

PROFESSOR(A), QUEM LUTA TAMBÉM EDUCA!

Saudações sindicais , fraternas e de luta,

Prof. Alberto Jorge Silva de Lima

Presidente

ADCEFET-RJ Seção Sindical

ANDES – Sindicato Nacional

Gestão 2013-2015

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s